28 de abr de 2011

Saiba como rodar aplicativos feitos para o iPad no iPhone.


Você já teve a vontade de instalar um aplicativo que foi feito exclusivamente para o iPad em seu iPhone? Eu já. Imaginem um Photobooth no iPhone 4, por exemplo. Sensacional, não?
Um usuário programador criou uma solução bem interessante para isto, um aplicativo para Macs chamado iTelePad2Pod.
Clique aqui para fazer o download do programa. Depois de baixado e extraído, clique aqui para ver as instruções de uso dele, na página do post original em inglês, traduzida automaticamente pelo serviço do Google Tradutor.
Realmente, é bem interessante rodar o Netflix, por exemplo, feito para o iPad, no iPhone.

Jamie Beck e suas impressionantes fotos que se movimentam.

 

















A fotógrafa novaiorquina Jamie Beck mudou totalmente o conceito de GIFs
animados ao criar uma respeitada forma de arte, apresentando fotos
extremamente impressionantes.

Para quem não sabe, os GIFs animados são famosos na internet. Entretanto, a
grande maioria tem caráter humorístico e não guarda grandes preocupações com
a qualidade das imagens.

O que Jamie faz é exatamente o contrário. As imagens possuem incrível
realismo e chama atenção pelos detalhes.


Batizadas como “cinemagraphs”, ela busca não esgotar as possibilidades de
uma imagem. Esta realmente parece ser a chave para criar uma arte
respeitável.













Oakley cria case de “Unobtainium” para iPhones 4.

Esta é especial para os fãs de óculos e outros produtos da marca Oakley: como não poderia deixar de ser, ela também já fabrica há certo tempo algumas cases para iGadgets, como a que você vê na imagem ao lado.
Trata-se da Oakley iPhone 4 Unobtainium Case — sim, feita daquele material extraordinário de filmes de ficção. Claro que isso é apenas uma brincadeira, mas ainda assim a Oakley garante que seu produto é feito de “um material flexível que oferece uma pegada antiderrapante”, ao mesmo tempo em que protege o aparelho por todos os ângulos.
Esta case da Oakley sai por US$35 e só está disponível na cor preta, mas há alguns outros modelos disponíveis em sua loja virtual — inclusive para iPods touch.


Case de Unobtainium da Oakley para iPhone 4

27 de abr de 2011

Surgem detalhes da compatibilidade do Windows 8 com tablets.


Após uma versão prévia do Windows 8 vazar na internet, muitos especularam sobre uma possível compatibilidade do novo sistema operacional da Microsoft com os tablets.
Pois bem, além da confirmação de que o SO rodará em processadores ARM, foi liberado um vídeo da tela de configurações no Windows 8, que inclui opções como “GPS”, “Mobile broadband” e “Bluetooth”. Tratam-se de ferramentas comuns em aparelhos portáteis e móveis, apesar de também aparecerem em netbooks e notebooks.
Outra informação relevante é que a ação de mover telas remete ao efeito de tela panorâmica atualmente encontrado no Windows Phone 7, indicando que o menu não deve estar muito longe da suposta versão móvel do SO. Enfim, algumas fontes dizem que o Windows 8 chegará ao mercado com seis versões diferentes, porém as para tablets e aparelhos móveis só devem ser oficializadas no primeiro trimestre de 2012.
Infelizmente a Microsoft requisitou que o vídeo fosse retirado do YouTube.

Novo robô consegue imitar movimentos de lagartas.

Robô GoQBot faz o movimento de rolamento balístico (Foto: Bioinspiration and Biomimetics / Reprodução)Robô GoQBot faz o movimento de rolamento balístico (Foto: Bioinspiration and Biomimetics / Reprodução)


Cientistas da Universidade Tufts, nos EUA, criaram um robô capaz de imitar os movimentos de uma lagarta. O GoQBot, como foi batizado, tem 10 cm e um corpo macio, bastante flexível, feito de borracha de silicone, e é acionado por uma espiral metálica que fica dentro do aparelho. A descoberta foi publicada pelo jornal científico “Bioinspiration & Biomimetics”.
Segundo os pesquisadores, o mais importante foi conseguir repetir o movimento de rolamento balístico, usado pelas lagartas em situações de fuga, no qual o corpo ganha a forma de uma roda. O robô consegue adquirir o novo formato em menos de um décimo de segundo e se locomove a mais de 0,5 m/s, números que são considerados altos.
Robôs capazes de imitar os movimentos de animais como cobras e lagartas normalmente têm baixa velocidade, mas são importantes pela capacidade de rastejar e escalar em lugares difíceis. Tais robôs podem ser utilizados em missões de busca e resgate.
“Devido ao alcance e à velocidade aumentados, robôs rastejantes, sem membros e com capacidade de rolamento balístico podem ser utilizados de forma mais abrangente em locais de desastres, como depois de um tsunami. O robô pode rolar por entre os escombros e se embrenhar no perigo por nós”, afirmou Huai-Ti Lin, principal autor da pesquisa.

Dica - Como escolher um monitor?


Ao adquirir um monitor, boa parte das pessoas leva em conta apenas algumas características básicas, como marca, tamanho e preço. Para não se arrepender depois da compra, é bom prestar atenção em alguns outros detalhes que podem fazer a diferença na sua experiência de utilização, como resolução, contraste, brilho e conexões disponíveis.
E se você não sabe por onde começar ou não entende esses termos, o TechTudo explicará as principais especificações contidas nas fichas técnicas para que você escolha melhor o seu próximo monitor.
Tecnologia
Atualmente, grande parte dos monitores vendidos são de LCD, sigla que, em português, significa Display de Cristal Líquido. Nas lojas, também é possível encontrar monitores do tipo CRT (os monitores de tubo, mais antigos) e LED, uma pequena variação da tecnologia LCD.
As imagens no monitor CRT são formadas por um feixe de elétrons que percorre a tela. Esses monitores possuem baixo custo, fornecem ótimo brilho e contraste de cores e podem funcionar em diferentes resoluções sem distorcer muito a imagem, ao contrário do que ocorre nos monitores LCD. Em contrapartida, os monitores CRT consomem mais energia e são mais pesados, além de ocorrer um efeito de cintilação (chamado de efeito flicker, quando a tela parece “piscar” continuamente) em baixas frequências (60 Hz ou menos), o que pode prejudicar a visão a longo prazo.
Monitores LCD e CRT (Foto: Reprodução/Paulo Higa)Monitores LCD e CRT (Foto: Reprodução/Paulo Higa)
Uma opção mais moderna é o monitor LCD, mais fino, com menor consumo de energia, livre do efeito flicker e que está cada vez mais barato, tornando-se um excelente custo-benefício. Os monitores de LCD possuem uma iluminação traseira, chamada de backlight, para que os subpixels da tela (vermelho, verde e azul) fiquem iluminados. Ao bloquear parte da luz, por meio de componentes eletrônicos, uma imagem é formada.
No monitor LED, essa iluminação é feita por pequenas lâmpadas de LED, o que proporciona um menor consumo de energia e melhor relação de brilho e contraste, mas torna o produto mais caro.
Resolução
Quanto maior a resolução, melhor será a definição da imagem e o espaço para trabalhar. Com a diminuição dos preços dos monitores de LCD, uma boa opção é adquirir uma tela com resolução full HD, de 1920x1080 pixels, que custa a partir de R$ 400.
No caso dos monitores LCD e LED, sempre utilize a resolução nativa (geralmente a resolução máxima) para evitar distorções na imagem, principalmente em telas widescreen, que podem esticar a imagem de maneira desproporcional.
Formato
Os dois principais formatos de tela são 4:3 (normal) e 16:9 (widescreen). O formato 4:3 proporciona um bom número de linhas horizontais, o que facilita a leitura e a edição de textos. Já o formato 16:9 é perfeito para assistir filmes que, em geral, já adotam o padrão widescreen. Assim, você aproveita melhor o espaço disponibilizado pelo monitor e diminui as famosas “barras pretas” dos vídeos. Outra vantagem do formato wide é a produtividade: com um monitor de alta resolução, é possível colocar uma janela do lado da outra, sem prejuízos para a visualização, ao invés de trocar de janelas, como faria em um monitor 4:3.
Monitores 4:3 (normal) e 16:9 (widescreen) (Foto: Reprodução/Paulo Higa)Monitores 4:3 (normal) e 16:9 (widescreen) (Foto: Reprodução/Paulo Higa)
Para descobrir o formato do seu monitor, basta dividir a largura pela altura da resolução nativa. Se o resultado der 1,33 (exemplo: 800x600 ou 1024x768), a tela é normal. Se der 1,78 (exemplo: 1366x768 ou 1920x1080), a tela é widescreen.
Também é possível que o resultado seja diferente dos dois exemplos. Nesse caso, quanto maior o resultado, mais “wide” (largo) é a tela.
Tempo de resposta
Quando a tecnologia LCD ainda estava se popularizando, era comum encontrar monitores com tempo de resposta de 25 ms. Tempo de resposta é o tempo que um pixel leva para acender ou apagar, gerando a imagem na tela. Se o intervalo de tempo for muito grande, um “efeito fantasma” é gerado, fazendo com que as imagens em movimento pareçam ter “sombras”, o que é especialmente indesejável no caso de filmes e games com imagens rápidas de ação. Hoje, a maioria dos monitores possuem tempo de resposta entre 2 e 5 ms.
Brilho e contraste
O brilho e o contraste do monitor devem ser levados em conta principalmente pelos que trabalham com edição de imagem ou querem obter a melhor fidelidade de cores possível. O brilho é medido por cd/m² (candela por metro quadrado). Já o contraste é apenas uma diferença entre a luminosidade do branco mais forte e o preto mais escuro.
  •  Os melhores monitores para o público em geral possuem brilho de 300 cd/m² ou mais. Para obter boa fidelidade, é recomendado que se tenha uma tela com contraste de 800:1 ou mais. No entanto, com a criação do “contraste dinâmico” pelas fabricantes, a especificação acabou virando apenas uma medida de marketing, com valores de “5.000.000:1” ou até “50.000.000:1” em telas de LCD - assim como ocorreu com os watts PMPO, que não representam necessariamente a potência de um sistema de som e, na prática, não fazem muita diferença para o usuário final. Um monitor com contraste dinâmico pode ajustar a intensidade do backlight conforme a imagem exibida na tela.







Conexões
O padrão mais popular e com melhor custo-benefício é o DVI. Assim como o HDMI, o DVI transporta os dados da imagem da placa de vídeo para o monitor de maneira digital, evitando perda de qualidade, diferente do padrão VGA, onde é necessária a conversão do sinal digital para o analógico.
Conexões DVI, VGA e HDMI (Foto: Reprodução/Paulo Higa)
Conexões DVI, VGA e HDMI (Foto: Reprodução/Paulo Higa)







25 de abr de 2011

TOP 20 Aplicativos para Facebook (PARA AMANTES DE LIVROS)

facebooklogo.jpg



1. Goodreads: Place where you see what your friends are reading. (150,734 monthly active users)
2. Visual Bookshelf: See what your Friends are Reading, Write Reviews, and Recommend Books; Meet new People who are Reading your Favorite Book! (95,048 monthly active users)
3. weRead: lets you share your bookshelf. See what your friends are reading. Millions of books and reviews. Chuck a book at a friend, write reviews, take the Quiz, join a Book Club, get Book Recommendations, meet new People! (57,870 monthly active users)
4. aNobii Books App: Shelve, find and share books in Facebook. (32,259 monthly active users)
5. I’m Reading: List and rate the books you are reading. Browse through reviews your friends have written and discover some great new book ideas! (15,722 monthly active users)
6. Comic Books Beta: Stay on top of new comics as they are released each week from the major publishers such as Dark Horse, DC, Image and Marvel (7,601 monthly active users)
7. PaperBackSwap: share your information from PaperBackSwap.com on Facebook: books you receive, mail, and post as well as your current bookshelf, wish list, books I’ve read, and books to be read, ratings, and reviews. (7,339 monthly active users)
8. Excellent Books: Great Books (4,773 monthly active users)
9. Lendle: Kindle™ Book Sharing: Lendle is the easiest, fastest, fairest, and best way to lend and borrow Kindle™ books. (4,337 monthly active users)
10. AuthorPages by Rethink Books: provides solutions for authors to showcase their works on Facebook Pages. (3,871 monthly active users)
11. We Read: Shows the books you’re reading in your profile and feed. Rate, review, and discuss books. Discover users with similar books and what books are popular among your friends and other users. Give We Read a try! (2,340 monthly active users)
12. Avon Romance: We know what women want: great books, a satisfying story, a passionate escape…and a happily-ever-after. (2,209 monthly active users)
13. Tumblebooks: the first eReader App for Facebook! Read our ebooks anytime, see what your friends are reading, recommend books, and even write reviews! The app is preloaded with 20 free ebooks and 50 credits. Start Tumbling today! (1,644 monthly active users)
14. Dr. Seuss Books: Dr. Seuss believed that books and learning to read should be fun and exciting for children. (1,557 monthly active users)
15. BookBooN.com: BookBooN.com on facebook. Download free Books.
16. Bookshare Books: Quickly and easily list your favourite books, show off what you’re currently reading on your profile (in a clean, simple way), write book reviews and rate your friends’ libraries with Bookshare. (1,372 monthly active users)
17. BookYap Recommends: Tell us what you like and we’ll tell you what to read. Search for a favorite book to find other books you’ll love. Share recommendations with your friends to see what they think you should read next. (1,361 monthly active users)
18. The ULTIMATE Harry Potter Quiz: Think of this as an O.W.L.S Exam based on all Harry Potter Books and recently released films to test your knowledge about the magical world. Come and take this test, if you dare. (820 monthly active users)
19. YourNextRead: YourNextRead helps you find your next book. YNR is fun, easy to use and gives you great ideas thanks to the YNR community, who recommend books they have already enjoyed. YourNextRead is uniquely powered by YNR users. (339 monthly active users)
20. Book Clubs: The only application dedicated to making connections with like minded book readers. Join now and share your passion for books with others like you. Let the debates begin! (305 monthly active users)




FONTE: