4 de jun de 2011

Os 10 mais estranhos animais que voam (mas não deveriam).


m grande número de animais voa; o que não é surpresa para ninguém que vive na Terra. No entanto, existem vários animais que “voam” que na verdade são uma versão modificada de outros animais. Você não espera que seu roedor chegue voando dos céus, e muito menos algumas das outras criaturas nesta lista abaixo.
Não, nós tipicamente pensamos em moscas, pássaros e, talvez, nos morcegos quando pensamos em animais que voam. Mesmo assim muito poucos deles nos dão algum medo. Prepare-se para se sentir perturbado toda vez que você está em um campo aberto a partir de agora.
10. Esquilos-voadores
flying squirell Os 10 mais estranhos animais que voam (mas não deveriam).
Ok, como os animais que voam os esquilos-voadores são quase banais, pelo menos a maioria de nós já ouviu falar deles, embora o mais próximo que temos visto um foi em um desenho animado junto com um alce estúpido. O animal de verdade é muito estranho; parece que alguém passou ferro em um hamster e o fez saltar nas árvores. Esquilos-voadores são os recordistas mundiais para os animais que “voam”, o que significa dizer que de todos os animais planadores que são chamados voadores eles são os que vão mais longe, atingindo uma marca impressionante de 288 pés em um único salto! O único ser humano que foi tão longe após um salto infelizmente caiu 30 andares e virou uma matéria no noticiário noturno falando de sua “realização”.
9. Opossum-voadores
Phalangers Os 10 mais estranhos animais que voam (mas não deveriam).
Ok, se você não tem idéia do que é um opossum-voador, junte-se ao clube. Eles são, aparentemente, uma subfamília australiana de gambá que consegue sobreviver aos horrores desse continente ilha por subjugá-los. Eu quero dizer, essa figura é de um adulto. Eu posso só imaginar como são os bebês… Santo cristo… Olhe para eles… Se fizessem bichinhos de pelúcia à semelhança de um deles, homens adultos iriam gritar e chorar se eles fossem forçados a deixar a Toy ‘R’ Us sem um.
De qualquer forma, o opossum-voador mais famoso é um petauro-de-açúcar, que soa como se ele voasse com fadas e distribuísse sorrisos aos gatinhos. Eles conseguem planar por cerca de 50 a 150 metros e provavelmente são a coisa mais fofa que voam. É também a última coisa nessa lista que podemos remotamente qualificar como “bonito”.
8. Lêmures-voadores.
Lemurs Os 10 mais estranhos animais que voam (mas não deveriam).
Essas coisas são chamadas de lêmures-voadores porque “besta que veleja no ar” era muito prolixo. Ou talvez porque eles estão relacionados com os lêmures. Acredite ou não, esta é a coisa sobre a Terra mais próxima a um primata sem ser realmente um. Eles também são chamados colugos e, fora os morcegos, eles são os mamíferos mais adaptados ao vôo. Como você pode ver, os seus membros e cauda são conectados por abas de pele que se conectam às suas extremidades, aumentando a sua superfície e os tornando melhor planadores. Eles aparentemente são escaladores extremamente ruins, o que é estranho já que deslizam em vez de voar, mas são extremamente hábeis para manobrar e podem deslizar até 3.230 pés, com quase nenhuma perda de altura. (A maioria dos outros “planadores” é mais precisamente “caidores controlados”).
Eles também são animais que realmente parecem tão assustadores que sem nenhuma dúvida há contos inspirados em macacos-voadores que roubam crianças.
7. Lagarto-voador
Lizard 533x400 Os 10 mais estranhos animais que voam (mas não deveriam).
Eu sou da opinião de que os lagartos, pelo menos os pequenos, são bonitos. Eles costumam ter olhos grandes e livram o mundo dos insetos. No entanto, eu também sou da opinião de que qualquer coisa que cai de uma árvore de forma inesperada sobre você é instantaneamente assustador. A foto acima é um lagarto indonésio do gênero Draco, que como você já deve ter adivinhado, significa “dragão”. Eles são conhecidos para deslizar por até 195 pés, perdendo somente 30 pés de altura do salto inicial. Ao contrário dos mamíferos que voam, não têm aquela pele frouxa ligando seus braços e pernas para o vôo livre, mas em vez disso, suas costelas se alargam, o que o torna a única coisa na natureza a atingir um super poder por ser misturado com uma das máquinas mortais de Jigsaw.
6. Cobra-voadora
flying snake Os 10 mais estranhos animais que voam (mas não deveriam).
Se você tem medo de cobras, você provavelmente não precisa saber que em algumas partes do mundo você está à mercê delas deslizarem do dossel da floresta e aterrissarem sobre você. Desculpe por isso. Eles também vivem nos mesmos lugares do mundo em que vivem o lêmur-voador e o lagarto-voador, o que me faz pensar… O que tem nessas árvores de tão ruim que fez com que vários animais evoluíssem habilidades planadoras para escapar mais facilmente entre elas?
As cobras-voadoras são “peçonhentas”, o que significa que elas têm veneno, mas este não é prejudicial aos seres humanos. Provavelmente 90% das pessoas que estão lendo isso não prestam atenção na parte “não é perigoso para os seres humanos” e, provavelmente, focarão no fato de que o Sudeste Asiático e a Indonésia têm serpentes voadoras venenosas. A vida naquela parte do mundo deve ser como o antigo jogo de videogame Pitfall.
5. Sapo-voador
flying frog 560x392 Os 10 mais estranhos animais que voam (mas não deveriam).
Finalmente, passamos dos animais terríveis aos meramente curiosos. Os sapos-voadores aparentemente evoluíram de diversas linhagens de anuros em muitos lugares no mundo onde existem sapos tropicais trepadores. Eles evoluíram a sua habilidade de “pára-quedismo” como um meio de fuga dos predadores. Felizmente essa capacidade falta às cobras aos e lagartos voadores, porque mesmo um sapo gigante do tamanho da casa ainda seria muito mais agradável.
Apropriadamente, os primeiros casos descritos de sapos-voadores foram encontrados na Malásia e na Indonésia, onde passam suas vidas evitando todas as outras criaturas voadoras. Eu só posso imaginar o céu da floresta daquelas nações parecem telas de controle de tráfego aéreo, só que cheio de animais comedores de insertos e cobras.
4. Peixe-voador
flying fish Os 10 mais estranhos animais que voam (mas não deveriam).
Ok, não mais saltando de árvores, esses caras vivem no oceano. Enquanto voar de uma árvore para outra é impressionante, saltar para fora do oceano e deslizar por 160 pés é espantoso. Agora, o esquilo-voador pode ter o recorde mundial de árvore para árvore, mas eles são nada em comparação com os peixes-voadores. O recorde para um planar sustentado por um peixe-voador é de 1.300 metros a uma velocidade de 42 milhas por hora! O alçar vôo se dá por bater o rabo 70 vezes por segundo e se lançar para fora da água, então eles montam sobre as ondas de correntes de ar produzidas. Eles podem voar até 20 metros na vertical e, às vezes, acidentalmente encalham em navios.
São números impressionantes para um animal que geralmente é projetado para nadar para viver, e não pode nem respirar ar.
3. Arraia-voadora
Mobula Ray Os 10 mais estranhos animais que voam (mas não deveriam).
O que tem 17 pés de diâmetro, pesa mais de uma tonelada e pode se lançar para fora do mar? Uma arraia-voadora, claro! Como arraias, são apenas a segunda em tamanho atrás da arraia-manta, e elas podem saltar tão alto quanto seis pés e meio para fora da água. Agora, há algum perigo aqui, uma mulher na Flórida foi morta quando uma arraia-águia pulou em seu barco e bateu nela, e a arraia tinha somente algumas centenas de libras. Imagine ser atingido com uma tonelada voadora de peixe. Ainda assim, há vídeos no YouTube desses animais em pleno vôo, e é um espetáculo maravilhoso de se ver.
2. Formiga-planadora
Gliding Ants 560x387 Os 10 mais estranhos animais que voam (mas não deveriam).
Ok, existem espécies de formiga que voam com asas, então o que é interessante sobre formigas “planadoras”? Estas são formigas não-aladas que reúnem um subconjunto muito específico de exigências, como ter uma boa visão, viver em florestas tropicais que inundam e comer alimentos que ficam nas extremidades dos ramos. Elas também tendem a ser blindadas. Quando elas caem das árvores, concentram-se na cor mais clara do tronco contra o fundo escuro da floresta e então alinham sua cabeça, pernas e abdômen para em seguida deslizar da queda livre para um vôo em forma de J, e então se segurar na árvore. A coisa toda parece ter se desenvolvido como uma forma de evitar a queda de árvores e ser comido no chão da floresta. Formigas planadoras têm uma chance 85% maior de cair e pousar em uma árvore do que as formigas que simplesmente caem. Portanto, a natureza produziu formigas que são desajeitados, mas compensou isso as fazendo X-Men.
1.    Lula-voadora
Flying Squid 274x400 Os 10 mais estranhos animais que voam (mas não deveriam).
Isso não é Photoshop, isso é uma lula verdadeira deslizando sobre o oceano. Acredite ou não, elas realmente apresentam comportamentos que demonstram que elas mantêm ativamente o seu deslizar, o que significa que elas podem não ser em tudo planadoras e podem realmente ser lulas-voadoras. Elas agem de modo muito parecido com os peixes-voadores, utilizando a sua capacidade de fugir de predadores, e também acabam no convés dos navios.
Os cientistas não sabem exatamente como elas conseguem se lançar do mar ou como mantêm os seus vôos, o que adiciona uma aura de mistério ao fato já estranho de que elas são cefalópodes que podem se elevar para o ar e deslizar. O peixe-voador tem pelo menos alguma relação, já que provavelmente evoluíram a partir de peixes há algum tempo no passado remoto, mas os únicos moluscos que deixaram a água foram os caracóis e lesmas, então isso seria como se os peixes pulasse os estágios de anfíbio e réptil e saltassem direto para direto para as aves.

Um comentário:

  1. que legal eu nunca imaginei que essas criaturas podessem voar

    ResponderExcluir