1 de mai de 2011

Os 4 maiores roubos de dados online.

A invasão na rede online PlayStation Network deixou mais de 77 milhões de usuários preocupados com o destino de suas informações pessoais.
Embora seja um dos piores casos de brecha de segurança sofrido pela Sony, outras empresas também já passaram por situações similares e até piores.
Para não deixar a Sony sozinha nessa, foram listados outros 4 significativos roubos de dados online provocados por ataques de crackers.
Em 2009 a operadora T-Mobile teve os dados de seus clients vazados para empresas de marketing. Após a empresa afirmar não se tratar de um ataque hacker, investigações revelaram que um grupo de funcionários da empresa havia sido responsável por roubar e vender essas informações.
Em 2007 o primeiro ministro da Inglaterra, Gordon Brown, teve de vir a público se desculpar pela perda de discos rígidos da HMRC (espécie de Receita Federal britânica) que continham o banco de dados do governo com informações de 25 milhões de contribuintes. Na ocasião, os discos com dados sensíveis foram enviados de um setor ao outro sem passar por processo de encriptação, devido a cortes de gastos na TI.
Em 2009, crackers invadiram o sistema de pagamentos de uma operadora financeira em Nova Jersey, Estados Unidos, e roubaram dados de cartões de crédito de mais de 100 milhões de clientes.
Em meados de 2007, crackers invadiram o sistema da rede de lojas de departamento TJX, nos Estados Unidos, e roubaram dados de cartões de crédito, débito e cheques, além de números de documentos e registro social. Mais de 45 milhões de pessoas foram afetadas por este ataque, que se originou através de uma rede Wi-Fi vulnerável localizada em uma das lojas da rede.

Nenhum comentário:

Postar um comentário